Sistema de Informação Geográfica e Geoprocessamento


.:: conteudo_1_4105.jpg ::.

O Sistema de Informação Geográfica (SIG) e o Geoprocessamento (GEO), são duas tecnologias utilizadas para o desenvolvimento de produtos e serviços que auxiliam a tomada de decisão no planejamento, monitoramento e gerenciamento ambiental.

Com o SIG e o GEO empreendedores, municípios e unidades de conservação podem promover a otimização de custos, aumento de receita, agilização do processo de licenciamento ambiental, análise e avaliação de impactos ambientais, a recuperação de áreas degradadas, o planejamento municipal (urbano e rural) e o manejo de unidades de conservação com eficácia e eficiência.

Mas é no planejamento econômico-ecológico (planejamento espacial) que o SIG e GEO se revelam como ferramentas poderosíssimas, possibilitando, por exemplo: o manejo diferenciado de sítios de diferentes qualidades para garantir a mesma produtividade (agricultura de precisão); o manejo florestal que garanta um estoque capaz de atender à uma determinada demanda (colheitas sustentáveis e rotações eqüiprodutivas); a previsão, a prevenção e o gerenciamento de ameaças em áreas de proteção da biodiversidade (monitoramento ambiental georreferenciado); tática e logística nas ações de salva guarda do patrimônio e de repressão ao crime (prevenção, controle e fiscalização: de criminalidade, de incêndios, de sinistros).

SIG é uma tecnologia que se baseia em hardware, software e capacitação, integrados em sistemas e aplicativos de apoio à tomada de decisões. São ferramentas essenciais para a gestão e o planejamento por permitirem a transformação de dados em informações úteis. O SIG integra e consolida os dados operacionais e históricos de outros sistemas corporativos, alimentando o processo de tomada de decisões com informações gerenciais e estratégicas.
No SIG, os dados podem ser capturados, coletados, processados, armazenados, e depois recuperados com bastante agilidade e de forma organizada. Esse método de tratamento dos dados é que torna o SIG uma ferramenta poderosa, porque permite que o usuário extraia as informações que lhe são necessárias ao planejamento, sempre com o atributo da localização (“onde”) do dado geográfico.

GEO: o geoprocessamento são as técnicas que se utilizam, geralmente com o auxilio de sistemas de informações geográficas (SIG), para o tratamento de dados, com vista a obtenção de informações úteis à tomada de decisão.

Dado geográfico: dado de natureza dual, que contém os atributos qualitativos ou que qualificam o dado e os atributos geográficos, que localizam o objeto geográfico descrito por aqueles atributos. O dado geográfico carrega intrinsecamente essa natureza dual.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER