Inventário de Fauna


.:: conteudo_1_3846.jpg ::.

Os inventários ou monitoramentos de fauna buscam o conhecimento dos animais presentes em determinada área. São utilizados para descrição do meio biótico em estudos ambientais como RCA, EIA ou laudos técnicos para condicionantes de licença ambiental ou certificação. 

Mastofauna (fauna de mamíferos – morcegos, onças, lobo guará, etc..) 
Devido a suas pequenas populações, muitos deles ameaçados de extinção, os mamíferos ganharam uma posição privilegiada aos demais animais. Como resultados possíveis, poderão ser eleitas espécies-chaves, que poderão servir de base para estudos futuros sobre a conservação da biodiversidade em áreas de cerrado, do Estado de Minas Gerais.

Avifauna (fauna de aves – passarinhos, tucanos, águias, etc..) 
A diversidade de aves é linearmente relacionada com a diversidade da vegetação. Estudos de distribuição de populações de aves em florestas implantadas evidenciam que um dos fatores básicos para que as aves freqüentem essas florestas estabelecidas pelo homem é a distribuição regular de reservas de vegetação natural.

Ictiofauna (fauna de peixes – lambaris, tucunarés, piaus, etc..). 
Estudos da fauna de peixes de um determinado curso d'água apontam o impacto ambiental causado por empreendimentos como reservatórios de UHE e balsas de extração de areia. Também é utilizado para determinação de espécies para peixamento em cursos d'águas.

Herpetofauna (fauna de anfíbios e répteis – cobras, sapos, cágados)
Os anfíbios e répteis são considerados importantes bioindicadores de micro ambientes, apresentam uma estreita relação com ambientes úmidos e elevada sensibilidade a distúrbios ambientais. Por isso são importantes em estudos de monitoramento de qualidade ambiental.

Aracnofauna (fauna de aracnídeos – aranhas, escorpiões, carrapatos)
Com o inventário da aracnofauna, poderemos obter informações sobre a composição, endemismo, distribuição geográfica e biodiversidade de aracnídeos, no bioma cerrado, pois dentro desse grupo há aqueles importantes como bioindicadores de qualidade ambiental e outros são importantes agentes reguladores da densidade populacional de artrópodes praga como vespas, bicudos e moscas do chifre, assim como aqueles que são importantes vetores de patogenias aos seres humanos como: mosquitos, barbeiros e abelhas.

Entomofauna (fauna de insetos – abelhas, formigas, besouros)
Com o inventário da entomofauna, poderemos obter informações sobre a composição, endemismo, distribuição geográfica e biodiversidade de insetos, no cerrado, pois dentro desse grupo há aqueles importantes como bioindicadores de qualidade ambiental, como por exemplo, insetos das ordens: Plecoptera, Trichoptera e Ephemeroptera (bioindicadores de qualidade de água), outros são importantes agentes reguladores da densidade populacional de insetos praga como as vespas, bicudos e mosca do chifre, assim como aqueles que são importantes vetores de patogenias aos seres humanos como: mosquitos, barbeiros e abelhas.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER